Peixe na Crosta de Pão

Peixe na Crosta de Pão
compartilhe =)

ou como transformar o filé em sereia

Eu até gosto de peixe, não sou fã. Mas gosto. O meu problema com o peixe é que as variações que eu como por ai não me impressionam muito. O tal do filé de pescada tá pra mim no mesmo nível de interesse que um patins para uma tartaruga. De qualquer forma, empenhada que estava eu em aperfeiçoar meu paladar aos peixinhos, me deparei na feira com uns filés bem bonitinho de bacalhau fresco. Comprei 4 e deixe eles lá, na geladeira, enquanto pensava como e com o quê, fazê-los.

Eis que encontro uma receita bem interessante, filé de peixe Pna crota de pão, – tipo uma farofa crocante de pão e temperos- , já gostei. A crocância no peixe que não seja o fatídico empanado me chamou a atenção.

A história começa com o seu forno pré-aquecido a 200 graus, coloque lá 4 fatias de pão 7 grãos e deixe tempo suficiente para que fiquem firmes, porém, não torrados. Enquanto isso, coloque a panela com água para macarrão no fogão. Numa assadeira, jogue um splash tímido de azeite e deite neles seus  filézinhos de peixe, no meu caso, de bacalhau. Lavadinhos e sequinhos, ok?

Agora, num bowl, quebre todo aquele pão até se tornar migalhas grossas, não queremos migalhas finas, como de farinha de pão para empanar. Então sem desespero, não vá colocar tudo num liquidificador! Pão em migalhas pronto? Acrescente o trio maravilha , sal e pimenta a gosto e bastante azeite de oliva, o suficiente para deixar o pão úmido. Acrescente raspas da casca de um limão, uma mão de salsinha picada finamente e queijo parmesão ralado ( confesso aqui que me esqueci do queijo e, sorrateiramente, joguei ele por cima no fim!).

Prove a mistura, ou peça para o estagiário provar, eu particularmente não gosto de ficar pondo na boca as coisas ainda pela metade. Tá gostoso? Tá com sabor refrescante? Então agora coloque essa mistura, apertando delicadamente por cima dos filés, até que todos estejam cobertos pela delicia  de pão. Direto para o forno, sem papel alumínio por 15 minutos, ou até que o peixe esteja suculento e o crumble gratinado por cima.  Depois dos primeiros 5 minutos, comece a cozinhar o seu macarrão na água e controle a situação para que tudo saia junto!

Quando tudo estiver no jeito, separe os pratos, coloque o macarrão e por cima dele a manteiga trufada ( acharam que eu ia me esquecer dela, não é mesmo?), misturando bem. Não tem manteiga trufada? Uma manteiga simples e um pouco de noz moscada em cima faz um super efeito também. Aconchegado ao lado do macarrão, coloque o seu filé que agora deve estar como uma sereia brilhando no prato e sirva.

O verdinho ai na foto foi só dizer que sim, tinha um verdinho.

 

compartilhe =)

Related Posts

Cataplana de Peixes

Cataplana de Peixes

Quando minha mãe voltou de Portugal me trouxe de presente uma Cataplana. De começo, olhei desconfiada para essa panela dos idos tempos anteriores ao medieval. Dizem alguns que a cataplana  é influência árabe e moura outros já falam que é invencionice portuguesa. Prendia-se na cintura […]

Panzanella – Salada de Pão de Amanhecido

Panzanella – Salada de Pão de Amanhecido

Essa receita de Panzanella foi uma das escolhidas para ilustras as receitas de Natal da Globo com Coca Cola, ano passado. Uma daquelas receitas clássicas universais, onde quem faz acrescenta o seu toque especial. Feita para aproveitar as sobras de pães amanhecidos, algumas variações como azeitonas […]



2 thoughts on “Peixe na Crosta de Pão”

  • Delciosa a receita e o texto. Até compartilhei para o Fb do Gabriel Meissner, editor do blog revista Entremundos, e que sei que andou curtindo o comomelocomo. Ó verdinho do final é quiabo? Combina?

    • Bety, o verdinho é só uma vagem, coitada, ficou totalmente relegada a segundo plano… mas foi feita assim, se quiser saber: cozida na água, branqueada na água bem frio. Depois só sal e pimenta. =)

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *