Cuscuz de quinoa, vegetais e cogumelos

Cuscuz de quinoa, vegetais e cogumelos
compartilhe =)

A novidade deste cuscuz de quinoa, vegetais e cogumelo eryngui é o uso do pó de Cogumelos Yanomami do nosso Brasil

Confesso que demorei para dar confiança para a quinoa, mas desde que meu marido descobriu que era alérgico ao trigo, tento substituir alguns produtos; assim sendo, de salada de cuscuz de sêmola mudamos para a salada de cuscuz de quinoa. E olha que a surpresa foi ótima! A quinoa permite adicionar qualquer sabor a ela e ficar deliciosa, então nesta receita de cuscuz de quinoa com vegetais e cogumelos, foi alguns legumes orgânicos, cogumelos Eryngui e uma super novidade nova, Pó de Cogumelos Yanomami.

Isso mesmo, estava eu fazendo compras quando me deparei com um pacotinho de cogumelos desidratados colhidos pela tribo Yanomami. Este produto faz parte de um projeto maravilhoso de valorização do cogumelos brasileiros da amazônia. É uma seleção de até 15 cogumelos desidratados. Os sabores que saem da mistura é de um umami super forte e realmente deita na comida um aroma profundo de solo e cogumelos. Perfeito para quem não come carne ou busca um umami de outras fontes.

Cheguei nos cogumelos apenas para dizer que estou viciada e usei ele em todas as etapas desta receita, mas nada impede ( claaaaaaaro) você de usar só um pouquinho, mas dúvido que vai conseguir se controlar.

Mas voltado ao cuscuz, palavrinha engraçada, né? Quando mais se fala, mais divertida ela parece. O prato vem lá do norte do continente africano e o tradicional é feito de sêmola, o mais comum sendo o de sêmola de trigo. Veio para o Brasil com os escravos e passou a ser feito de diversas fontes de amido como o milho, o trigo e a mandioca.

Quem já foi pra Bahia deve ter comido de muito bom grado no café da manhã o cuscuz de milho no vapor, com um ovinho mexido. Se é de Sampa, o cuscuz Paulista montado em uma assadeira, com caldo, sardinhas, tomates, ervilhas enfeitam as mesas de domingo e, por fim, o cuscuz marroquino, feito em caldo ou água e sal para acompanhar carnes ou legumes guisados.

cuscuz de quinoa
Receita que pode ser feita em uma panela só e servida no maior charme

Já a quinoa, é originária daqui do nosso continente a Latino Americano, lá dos altiplanos bolivianos, um grãozinho do tamanho da cabeça de uma formiga que quando hidratado solta um rabicó pequenino deixando ele ainda mais charmoso. Gostei do que vi e meu marido que não pode comer trigo gostou mais ainda.

Mas eu ainda tinha um problema com ela, sempre que cozinhava, como se cozinha arroz, ela ficava empapada e molenga. Foi ai que uma amiga me ensinou a técnica de hidradar-la antes de cozinhar e me disse ainda que, caso eu hidratasse demais, nem cozinhar eu precisaria. Confesso que peguei gosto pela ideia e hoje eu deixo de demolho não só o feijão, mas a quinoa e até o arroz. Isso faz com que o grão hidrate, precisndo de bem menos tempo de cozimento. Agora, quando faço a quinoa, ela fica levemente crocante e com certeza mais interessante de comer.

cuscuz de quinoa com legumes e cogumelos
Prato feito de Cuscuz de Quinoa e Cogumelos.
Print
cuscuz de quinoa com legumes e cogumelos

Cuscuz de quinoa com legumes e cogumelos

Com esta receita você não vai precisa de nenhum acompanhamento

Course entrada, principal
Cuisine saudável, vegana, vegetariana
Keyword acompanhamento, couscous, cuscuz, quinoa, receita facil, vegano, vegetais, vegetariano
Prep Time 20 minutes
Cook Time 20 minutes
demolho 6 hours
Total Time 6 hours 40 minutes
Servings 3
Author paloma zaragoza

Ingredients

  • 2/3 copo de quinoa branca ou colorida
  • 1 pimentão vermelho orgânico pequeno cortado em cubos
  • 1/2 pimentão doce amarelo orgânico cortado em cubos pequenos
  • 1 abobrinha média cortada em cubos pequenos
  • 1 cebola média branca cortada em cubos
  • 2 dentes de alho amassados na faca
  • 1/2 pacote de cogumelos eryngui corta em fatias
  • 1 copo de salsilha picada grosseiramente
  • Pimenta defumada da sua preferência
  • azeite de oliva
  • sal e pimenta do reino quanto baste
  • cogumelos Yanomamis em pó

Instructions

  1. Coloque a quinoa de molho de manhã ou na noite anterior – eu prefiro sempre na noite anterior

  2. Passada as seis horas, coa a quinoa da água do demolho e em uma panela ferva outra água o suficiente para cobrir toda a quinoa. Cozinhe ela ao dente, a água não precisa evaporar como arroz. Assim que ela estiver cozida mas ainda com textura, pode retirar do fogo, drenar a agua do cozimento reservar. Aproximadamente 10 minutos de fervura

  3. Coloque uma frigideirade fundo grosso no fogo e deixe que fique bem quente. Adicione um fio de azeite e a abobrinha em cubos. Salpique um pouco de sal e deixe que elas grelhem até ficar dourada por todos os lados. Uns 7 minutos. Ao final do tempo, salpique com a pimenta defumada à gosto. Se não gostar de pimenta, pode substituir por páprica doce defumada. Retire do fogo e reserve.

  4. Na mesma frigideira, deixe que ela aqueça novamente, adicione um fio de azeite e a cebola e refogue até que fiquem translúcidas, 4 minutos. Adicione os pimentões vermelho e amarelo e refogue até que murchem, 8 minutos. Abaixe o fogo, adicione um pouco de água, sal, pimenta do reino e o pó dos cogumelos Yanomamis. Quando o pimentão estiver com sabor de cozido, deixe mais um pouco até que tudo fique muito bem refogado e saboroso. Abaixe o fogo e adicione a quinoa já drenada.

  5. Com uma colher, misture a quinoa com os pimentões e adicione a abobrinha. Mais uma boa pitada de pó de cogumelo Yanomami, sal e piment do reino. Deligue o fogo e adicione um pouco da salsinha. Reserve.

  6. Em outra frigideira, adicione um fio de azeite e os dois alhos amassdos na ponta da faca. Espere que suba o perfume do alho e adicione as fatias do cogumelo, uma boa pitada de cogumelos yanomami – vai acostumando que eu viciei nisso, abaixe o fogo e tampe. Cozinhe em fogo médio para baixo por 5 minutos.

  7. Retire a tampa e deixe que o caldo evapores e os cogumelos fiquem bem dourados dos dois lados. Desligue o fogo e acrescente o restante da salsinha, mexendo bem para agregar o sabor do azeite com o alho. Coroe a quinoa com os cogumelos e sirva.

  8. Quem quiser pode fritar um ovo estalado e colocar por cima.

compartilhe =)

Related Posts

Vol au vent de cogumelos e azeite trufado

Vol au vent de cogumelos e azeite trufado

Vol au vent é para mim uma  delicatesse, com um quê de lembrança de viagem. Quando viajei para o sul da França e parei numa cidadezinha chamada Castéra-Verduzan; ficamos hospedados numa fazenda de uma inglesa e de lá exploramos tudo o que se podia explorar na […]

Salada de Arroz 7 grãos  com Casca de Manga

Salada de Arroz 7 grãos com Casca de Manga

A manga é a segunda fruta mais tropical que conheço ( tirando a banana, musa) e fico ainda mais emocionada podendo comer literalmente até a sua casca. Nesta receita com arroz sete grãos e quinoa, vamos explorar o sabor e a textura da casca da […]



Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Recipe Rating




Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.