Chica Doida, Pamonha De Forno Ou Polenta De Milho Verde

Chica Doida, Pamonha De Forno Ou Polenta De Milho Verde
compartilhe =)

Chica doida ou pamonha de forno no Goiás. Polenta ou angu de milho verde em Minas ou sopa paraguaia no Mato Grosso. Uma receita simples e deliciosa para se fazer em casa.

É muito comum encontrar nas pamonharias do Goiás um tipo de pamonha de forno
chamada Chica Doida. Enquanto a massa de milho fresco da pamonha é colocada
ainda crua na folha de milho e cozida em água, a Chica Doida é feita com a
massa do milho já temperada e cozida em textura de polenta mole e depois
colocada em um refratário ou cumbuca e gratinada no forno com queijo por cima.

Origem

A Chica Doida é também conhecida como pamonha de forno e no estado de Minas
Gerais é o que se chama de Angu de milho verde e no Mato Grosso de sopa paraguaia. A primeira vista, parece tudo igual e não  existe uma origem definitiva e muitas culturas brasileiras compartilham dessa técnica de fazer um creme do milho e cozinhar. 

Porém, algumas receitas pedem a farinha de milho seca ou a já conhecida polenta de milho mas a Chica Doida é sempre feita com a base do milho verde.  O problema é que quando você se acostuma ao sabor fresco do milho verde toda e qualquer polenta feita de farinha seca perde a graça.

Come-se a chica como acompanhamento ou como prato único. Ai vai do gosto de
cada um. O segredo da chica doida é saber o ponto certo do cozimento do creme
para que ele não fique com sabor de amido cru e claro, fazer um refogado bem
saboroso. Tem gente que gosta com costelinha defumada e linguiça, tem gente que
gosta de uma versão mais vegetariana. Eu gosto das duas, minha única regra é
que não pode faltar o queijo frescal picadinho no meio e um gratinado bem
dourado de queijo por cima.

da esquerda para a direita: Ora-pro-nobis, cebola, cebolinha, tomate e salsinha. Uma opção vegetaria da chica doida.

Mas essa receita é sempre generosa e permite você escolher a mistura e os
sabores que achar mais interessante. Além das carnes defumadas vale também
colocar ora-pro-nobis, jaca defumada ou verde, diferentes tipos de queijos,
ragu de carne por cima, ou simplesmente fazer a chica doida sem tempero algum,
só o creme de milho fresco.

Como fazer a Chica Doida ou pamonha de forno

Tradicionalmente o milho é ralado em um grande ralador feito de lata. Em
casa seria muito difícil ralar no ralador pequeno de queijo, portanto, o jeito
mais simples é bater o milho no liquidificador com um pouco de água. A
consistência é de um creme aguado. Algumas pessoas não gostam que o creme fique
com muito bagaço então você pode coar com uma peneira e tirar o excesso. Minha
sugestão é não retirar todo o bagaço, senão você vai acabar com uma massa muito
líquida e vai demorar mais para engrossar.

um sabugo de milho raladomilho verde ralado para a chica doida

A massa do milho vai mudando de cor conforme vai cozinhando, por isso é
importante provar sempre enquanto prepara a chica doida. Se por algum motivo a
massa engrossar e ainda estiver com gosto de crua, adicione mais água e
continue mexendo até despegar do fundo da panela. Eu gosto de ir adicionando
água aos poucos enquanto mexo vigorosamente em fogo médio alto, quando sinto
que já não possui gosto de amido de milho cru eu paro de colocar água e deixo
engrossa até ponto de polenta mole. Você também pode engrossar até onde achar
interessante, não se esquecendo que depois que esfria ela ainda vai ficar mais
dura.

Depois que a chica doida estiver cozida e no ponto desejado é só despejar dentro os cubos de queijo picado, colocar a massa em uma assadeira e terminar de gratinar no forno. Para comer ela ainda mole sirva na hora, depois que esfriar a massa fica mais dura mas isso não diminui o seu sabor e poder ser servida depois em fatias.

Aqui em casa, gosto de comer algumas fatias a noite, roubadas casualmente da assadeira acompanhadas de uma cerveja ou uma taça de vinho branco gelado!

chica doida gratinada ou pamonha de forno  


Print

Chica doida ou Pamonha de forno de milho verde

Course acompanhamento, principal
Cuisine brasileira
Keyword chica doida, comida goiana, milho verde, pamonha, receita do goias, receitas de goiás
Prep Time 20 minutes
Cook Time 25 minutes
Servings 4
Author paloma zaragoza

Ingredients

  • 3 espigas de milho verde
  • 2 tomates maduros
  • 1 cebola médica picada
  • 3 dentes de alho ou a quantidade que preferir
  • 1 punhado de cebolinha fresca picada
  • 1 punhado de salsinha fresca picada
  • 2 pimentas de cheiro
  • 1 copo de queijo fresco cortado em cubos
  • sal a gosto
  • pimenta do reino a gosto
  • parmesão ralado para gratinar

Ingredientes opcionais

  • costelinha defumada desfiada atenção ao salgar o prato, esta carne já é salgada
  • bacon
  • linguiça calabresa ou de frango

Instructions

  1. Com cuidados e usando uma faca afiada separe o milho da espiga

  2. Bata o milho no liquidificador com 2 copos de água filtrada até que se pareça com um suco grosso. Neste ponto se preferir pode coar o liquido e retirar um pouco do bagaço.

  3. Na panela refogue a cebola até que fique transparente

  4. Acrescente o alho e a pimenta de cheiro e refogue por mais um minuto

  5. Adicione os tomates picados e cozinhe até que ele esteja se desmanchando

  6. Acrescente uma parte da cebolinha e um pouco da salsinha. Neste momento pode-se adicionar as carnes.

  7. Entorne o milho batido na panela e em fogo médio permita que ferva

  8. Mexendo sempre prove de tempos em tempos até que esteja com sabor de milho cozido, por volta de uns 10 a 15 minutos.

  9. Se perceber que a chica doida está secando mas o sabor ainda não está no ponto, adicione água morna aos poucos e continue mexendo até que cozinhe

  10. Quando o fundo estiver soltando da panela e as bolhas grossas desligue o fogo e acrescente o queijo fresco

  11. Com cuidado coloque a chica doida em uma assadeira ou refratário, polvilhe o queijo ralado por cima e leve ao forno para gratinar até que fique dourada


compartilhe =)


Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Recipe Rating




Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.